A Controladoria surgiu nos Estados Unidos no início do século XX, com a principal função do controle duro sobre as grandes empresas, que na época, estavam em defasagem de um gerenciamento eficiente.

Porém, com o passar dos anos e com o avanço das tecnologias e da necessidade de um processo de gestão empresarial bem desenvolvido para sobreviver a competitividade, viu-se que a Controladoria é uma área que auxilia na gestão, com o intuito de otimizar as operações internas e trazer melhores resultados financeiros, organizacionais e estruturais.

A Controladoria, segundo Bertoldi e Oliveira (2003) pode-se dizer que serve como órgão de observação e controle administrativo, com preocupação na avaliação da eficácia e eficiência dos departamentos. É ela que fornece os dados e as informações, que planeja e pesquisa, mostrando aos gestores os pontos fracos do negócio e os riscos quanto à rentabilidade da empresa.

Assim, elenca-se que as principais atribuições da Controladoria de forma geral, é organizar, coordenar, medir e manter um plano de controles definido em conjunto com os gestores das organizações, com o intuito de aumentar a eficiência, reduzir custos e alcançar os objetivos traçados no planejamento organizacional, sempre em busca de melhores resultados.

Lure Consultoria (2019) descreve as ferramentas necessárias para implantar a Controladoria nas organizações:

A controladoria empresarial visa entender e acompanhar o desenvolvimento e a execução de todo o trabalho realizado em uma empresa, sem que haja perda de continuidade dos projetos. Por meio do levantamento de informações, planejamento e organização de processos otimizados e controle do trabalho realizado, os profissionais conhecidos como controllers repassam todo o andamento do serviço para os gerentes.

Assim, em algumas empresas, nas divisões operacionais, especialmente as que requerem um conhecimento extremamente técnico, tem-se a figura do controller, com vistas a atender as necessidades informativas específicas dos gestores dessas áreas, além do profissional que exerce essa função em sentido mais amplo, voltado ao processo decisório da empresa como um todo.

Lure Consultoria (2019) continua:

• Tipos de controladoria empresarial

Existem diversos tipos de controladoria empresarial que podem ser adotados, porém, é necessário realizar um planejamento junto aos gestores das organizações e verificar quais setores terão ganhos efetivos neste modelo.

• Gestão financeira

O primeiro e mais procurado modelo de controladoria empresarial é voltado para a gestão financeira, de modo que os gerentes e diretores consigam ver com clareza como estão às finanças da empresa para, a partir daí, traçar estratégias. A gestão financeira visa analisar se as operações estão funcionando de maneira correta, para que os investimentos tenham retorno e a empresa continue no caminho do crescimento sustentável, com o intuito de reduzir os custos e aumentar as receitas.

• Planejamento orçamentário
A controladoria voltada para o planejamento orçamentário permite traçar com mais precisão os investimentos da empresa, minimizando os gastos. A necessidade de prever e controlar o orçamento são necessários para que todos consigam prever seus projetos e processos, tornando esse procedimento mais rápido e menos oneroso.

• Controle de processos

A controladoria de processos é uma das mais importantes ferramentas a serem utilizadas pelas organizações porque, quando há otimização, o desempenho da empresa é afetado diretamente, reduzindo os custos e alcançando a excelência operacional. Por meio de ferramentas para análise de procedimentos e eliminação de desperdícios que podem ser produtivos, de tempo, estoque e beneficiamento de matéria-prima, há intensificação da eficiência do trabalho, melhora no controle das operações e aumento da rentabilidade.

• Contabilidade gerencial

O principal objetivo da contabilidade gerencial é a redução dos riscos de falência das organizações, pois aponta as ações estratégicas e os planejamentos efetivos que devem ser seguidos pelos gestores, desde a supervisão do plano contábil da empresa, dos assuntos referentes a impostos até a aquisição de ativos fixos e variáveis, e demais trabalhos pertinentes ao contador. Nessa modalidade de controladoria, a contabilidade gerencial visa planejar e organizar o sistema gerencial da organização para que os fatos que ocorrem no universo contábil e financeiro sejam corretamente comunicados aos tomadores de decisão.

• Contabilidade de custos

A controladoria voltada para a contabilidade de custos tem o objetivo de entender e acompanhar os gastos produtivos por meio de registro contábil das operações da empresa. Por meio do levantamento desses dados, é possível dar apoio à tomada de decisão dos gestores quando o assunto é preço de venda, por exemplo. A contabilidade de custos deve prever um ponto de equilíbrio para cada preço de produto, ou seja, é necessário que o produto gere lucro para a empresa. Para estabelecer cada custo são necessárias análises específicas que determinarão a formação do preço de venda e o posicionamento de mercado.

• Análise de balanços

A controladoria empresarial utiliza as análises de balanço para que a empresa tenha bons resultados financeiros. Trata-se de um dos apoios da contabilidade gerencial e tem por objetivo acompanhar os indicadores escolhidos de maneira efetiva, entendendo qual a verdadeira situação da empresa, incluindo desde o seu patrimônio até as movimentações das operações contábeis, servindo então como apoio nos processos decisórios. Os controllers responsáveis pela análise dos balanços utilizam diversos cálculos aplicados ao patrimônio da empresa, norteando os tomadores de decisão para a formação de alternativas melhores a fim de que a empresa continue no caminho do crescimento. Trata-se, portanto, de importante respaldo para a tomada de decisão dos gestores.

• Controle e gestão de pessoas

A controladoria voltada para a gestão de pessoas é também uma importante estratégia que pode ser empregada pelas organizações porque, hoje, os bons profissionais são muito importantes para a continuidade do trabalho, para a motivação da equipe e para a rentabilidade das empresas. A gestão de pessoas visa ofertar aos gestores informações imparciais sobre as relações de trabalho, de modo que haja melhor aproveitamento da mão de obra na empresa e para que esses tomadores de decisão possam pensar em estratégias voltadas para recrutamento e seleção, treinamentos, plano de cargos e salários, por exemplo.

Percebe-se, portanto, que a Controladoria faz com que exista uma maior preocupação com a gestão da empresa e suas atividades, podendo ser específica para cada uma delas, sendo que sua importância está em contribuir para o fornecimento de subsídios; otimização de recursos; certificação dos sistemas de informação; certificação de padrões e informações e nos relacionamentos que a empresa desenvolve com os diversos agentes com quem ela interage.

Desta forma, a Controladoria Empresarial tornou-se uma ferramenta fundamental para o destaque no mercado tão competitivo, sendo que seu investimento é necessário para crescimento a longo prazo de maneira sustentável, buscando otimizar os processos, reduzir custos e motivar as pessoas.

Referências:

Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/109256/CCN0108-M.pdf?sequence=1. Autores: Kilian Karine Teixeira Bertoldi e Rosane Furlan de Oliveira. Controladoria. Florianópolis 2003. (Total de 37 paginas). Acesso em 28.11.2019.

Disponível em: http://www.portaldecontabilidade.com.br/tematicas/importancia-controladoria.htm. Autor: Reinaldo Luiz Lunelli. Acesso em 28.11.2019.

Disponível em: https://lureconsultoria.com.br/pt/blog/controladoria-empresarial-9-conceitos-que-voce-precisa-dominar/. Acesso em 27.11.2019.

Disponível em: https://blog.bcntreinamentos.com.br/controladoria-empresarial-como-fazer-na-sua-empresa/. Acesso em 27.11.2019.

Disponível em: https://administradores.com.br/artigos/controladoria-e-seu-papel-na-atividade-empresarial-na-percepcao-do-controller. Acesso em 28.11.2019.

Disponível em: http://guedert.adv.br/controladoria-juridica-o-que-e-e-quais-os-seus-beneficios/. Autor: Bárbara Guedert Proença/Guedert Advogados. Publicado em 2 de junho de 2017. Acesso em 28.11.2019.

        

© 2020 por Puxavante

PHMP Advogados OAB/SC 1.029

logo-footer

47 3084 4100

Rua Olívio Domingos Brugnago, 125

Vila Nova - CEP 89.259-260 - Jaraguá do Sul - SC